Dicas de Mudanças

Saindo da casa dos pais para morar sozinho(a)

Enquanto estamos embaixo das asas de nossos pais, nossa vida é mais tranquila e cheia de mordomia. Temos casa, comida, roupas cheirosas e tudo mais. Alguns pais atribuem tarefas básicas como pagar uma continha de água ou luz e limpar a casa. Esse processo acontece com boa parte dos adolescentes. Quando atingimos uma certa idade, a vontade de conquistar a própria independência aumenta, daí o sonho de viver em um ambiente sem normas e regras alimenta a cabeça de jovens, tornando-os obcecados para sair de casa.
Resultado de imagem para sair da casa dos pais
Alguns saem para ter a experiência de morar sozinho, outros saem para morar com um amigo(a), primo(a) ou parceiro(a). Outros só para casar. Enfim, são diversos os motivos porque a ideia realmente é boa, mas, será que é tão fácil quanto pensam? Confira os primeiros passos para não errar na hora de sair de casa:

Emprego
Se você já planejou toda a sua jornada para sair da casa dos pais e ainda não tem emprego, começou errado! Ter um emprego fixo é essencial para que você tenha a capacidade de manter a sua alimentação, moradia, contas e afins. Afinal, não terá mais seus pais para fazer as cobranças. Tudo tem que partir de você.

Moradia/Financeiro
Você vai comprar ou alugar? Tem o recurso financeiro necessário? Pois não é só chegar e morar. Pelo contrário. Há muitos conceitos burocráticos que são extremamente importantes como contratos, escrituras e demais burocracias no cartório. Você tem que estar preparado para tudo isso e principalmente com os gastos. Se for morar acompanhado vocês precisam fazer as contas para dividirem os gastos como aluguel, comida, móveis e utensílios, etc.
Resultado de imagem para dinheiro para a casa
Moradia/Local

Depois de resolver a parte “chata” digamos, é hora de escolher o seu lar! O ambiente que você vai passar a maior parte do seu tempo, por isso, é extremamente importante você se identificar e acima de tudo se sentir confortável. Devem ser levados em consideração a localização, a vizinhança e se o espaço é adequado para você e seus pertences. Se você estuda ou trabalha, precisa analisar quanto tempo e dinheiro será gasto na sua locomoção até o local. Imagina que complicado demorar 2 horas para chegar onde pretende!? Esses detalhes não podem passar por despercebidos.

Móveis
Por menos detalhista e vaidoso(a) que você seja, alguns móveis básicos são essenciais e primordiais para a sua sobrevivência, como fogão, geladeira, talheres, pratos, copos, mesa, cadeiras, guarda-roupa e afins. Por isso, se o seu novo lar não foi mobiliado você deve ter uma boa quantia para investir nesses itens fundamentais para passar os primeiros meses no lar ideal. O importante é não gastar com coisas supérfluas, deixe-as para depois, conforme você for adaptando a sua casa/apartamento ao seu estilo de vida.

Resultado de imagem para escolhendo a casa ideal
Confira alguns prós e contras sobre morar sozinho(a)

Prós

1. Novas experiências. Tudo vai ser novo, considere-as como aprendizado.
2. Privacidade. Comer o que quiser, onde e quando quiser! A Tv e o chuveiro também são seus. Aproveite para assistir seus programas preferidos e ter o banheiro só para você.
3. Liberdade.
Chamar os amigos, fazer festas e não se preocupar com os pais pedindo para lavar a louça no dia seguinte. Durma a hora que quiser.
4. Valorizar. Aprender a importância do dinheiro e a dar valor a coisas simples da vida. Coisas que antes você não prestava atenção.
5. Independência.  Você vai ver que morar sozinho é você se sentir bem consigo mesmo. Não vai depender de ninguém para fazer as coisas, vai conquistar tudo o que deseja e sentir o sabor do seu mérito.
6. Responsabilidade. Você precisa cozinhar para comer, limpar a casa para viver bem e pagar as contas para não se “enforcar”. Ter responsabilidade vai lhe tornar bem mais maduro para enfrentar qualquer problema futuro.

Resultado de imagem para liberdade para morar sozinho

Contras

1. Se alimentar mal e ter que explorar seus dotes culinários. Se você não tem habilidades, é melhor começar a treinar.
2. Ficar sem dinheiro para sair.
As contas e o aluguel podem estar em dia, mas na hora de abrir a carteira para o “rolê” as lágrimas caem.
3. Enfrentar as tarefas domésticas
. Nem todos são especialistas em lavar, passar, cozinhar, consertar móveis e trocar a resistência do chuveiro, você vai precisar fazer tudo isso!
4. Memória. Contas a pagar, cartão de crédito, mensalidade da faculdade, comprar o que está faltando, tirar o lixo, etc. Tudo isso precisa ser lembrado! Arrume uma agenda para melhor se organizar nos primeiros meses até você se adaptar e não pecar nesses quesitos.
5. Ficar com medo. Sim! Você pode ouvir barulhos durante a madrugada e não conseguir dormir durante a noite. Descarte os filmes de terror e compre veneno para as temidas baratas! Não vai ter ninguém para te socorrer.
6. Solidão.  Privacidade é bom, mas você também vai se sentir sozinho(a). Muitas vezes! Por isso, é importante você ter um companheiro, seja um amigo(a), namorado(a) ou até um animalzinho! Cachorros e gatos são ótimos companheiros.
Resultado de imagem para o lado ruim de morar sozinho
Morar sozinho é um grande passo para novas experiências! Se você pretende dar esse passo, boa sorte!

Be the First to comment.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami