GUIA DE MUDANçAS

Dicas de Mudanças

Desapegando dos Pertences

Independentemente se é algo que gostamos ou não, desapegar das coisas é uma tarefa mais do que difícil. Por isso, separamos 8 sugestões da Guru da arrumação Marie Kondo para descartar (ou ao menos criar coragem) o que não gera mais apego. Confira!

Imagem relacionada
Dica 1: Arrume tudo de uma só vez. Não vá desapegando das coisas a prestação, porque se você demorar as coisas ficarão desorganizadas rapidamente.

Dica 2: Separe por categorias, não por cômodos. Se você guarda objetos do mesmo tipo em lugares diferentes e arruma um cômodo de cada vez, nunca terá uma dimensão real dos itens que possui.

Resultado de imagem para desapegando de tudo

Dica 3: Antes de organizar, descarte. Antes de começar a arrumar/organizar, você precisa jogar fora tudo aquilo que você não precisa.

Dica 4: Comece por itens menos importantes. Objetos de valor sentimental ficam por último, pois são mais difíceis de descartar. A ordem sugerida por Marie Kondo é: roupas, livros, papeladas e por último, itens de apego emocional, como lembranças e presentes.
Resultado de imagem para desapegando de objetos

Dica 5: Isso me traz alegria? É importante pegar cada objeto na mão na hora de decidir o que será descartado. Nesse processo você avalia se cada um deles traz alegria para a sua vida.

Dica 6: Agradeça. Antes de descartar um item, agradeça a ele pelo papel cumprido em sua vida.

Resultado de imagem para desapegando do presente

Dica 7: Não há necessidade de itens especiais para a organização. Pois tudo o que alguém precisa para arrumar a casa ou o escritório já existe no ambiente: basicamente, gavetas e caixas.

Dica 8: Dobre do jeito certo. Na hora de dobrar as roupas, o objetivo é deixar cada peça no formato de um retângulo liso. Além disso, dobrar obriga a pessoa a manusear cada peça transferindo energia para as roupas.

Antes de colocar toda a mudança em prática, considere as 6 perguntas do desapego que vão te ajudar a separar os itens que realmente devem ser descartados.

Está difícil desapegar das coisas? Faça essas 6 perguntas e facilite o processo…:

Gostou? Agora separe tudo aquilo que você precisa desapegar e aproveite para dar um novo ar na sua casa, liberando mais espaço e deixando-a mais arejada.

Be the First to comment. Read More
Dicas de Mudanças

Saindo da casa dos pais para morar sozinho(a)

Enquanto estamos embaixo das asas de nossos pais, nossa vida é mais tranquila e cheia de mordomia. Temos casa, comida, roupas cheirosas e tudo mais. Alguns pais atribuem tarefas básicas como pagar uma continha de água ou luz e limpar a casa. Esse processo acontece com boa parte dos adolescentes. Quando atingimos uma certa idade, a vontade de conquistar a própria independência aumenta, daí o sonho de viver em um ambiente sem normas e regras alimenta a cabeça de jovens, tornando-os obcecados para sair de casa.
Resultado de imagem para sair da casa dos pais
Alguns saem para ter a experiência de morar sozinho, outros saem para morar com um amigo(a), primo(a) ou parceiro(a). Outros só para casar. Enfim, são diversos os motivos porque a ideia realmente é boa, mas, será que é tão fácil quanto pensam? Confira os primeiros passos para não errar na hora de sair de casa:

Emprego
Se você já planejou toda a sua jornada para sair da casa dos pais e ainda não tem emprego, começou errado! Ter um emprego fixo é essencial para que você tenha a capacidade de manter a sua alimentação, moradia, contas e afins. Afinal, não terá mais seus pais para fazer as cobranças. Tudo tem que partir de você.

Moradia/Financeiro
Você vai comprar ou alugar? Tem o recurso financeiro necessário? Pois não é só chegar e morar. Pelo contrário. Há muitos conceitos burocráticos que são extremamente importantes como contratos, escrituras e demais burocracias no cartório. Você tem que estar preparado para tudo isso e principalmente com os gastos. Se for morar acompanhado vocês precisam fazer as contas para dividirem os gastos como aluguel, comida, móveis e utensílios, etc.
Resultado de imagem para dinheiro para a casa
Moradia/Local

Depois de resolver a parte “chata” digamos, é hora de escolher o seu lar! O ambiente que você vai passar a maior parte do seu tempo, por isso, é extremamente importante você se identificar e acima de tudo se sentir confortável. Devem ser levados em consideração a localização, a vizinhança e se o espaço é adequado para você e seus pertences. Se você estuda ou trabalha, precisa analisar quanto tempo e dinheiro será gasto na sua locomoção até o local. Imagina que complicado demorar 2 horas para chegar onde pretende!? Esses detalhes não podem passar por despercebidos.

Móveis
Por menos detalhista e vaidoso(a) que você seja, alguns móveis básicos são essenciais e primordiais para a sua sobrevivência, como fogão, geladeira, talheres, pratos, copos, mesa, cadeiras, guarda-roupa e afins. Por isso, se o seu novo lar não foi mobiliado você deve ter uma boa quantia para investir nesses itens fundamentais para passar os primeiros meses no lar ideal. O importante é não gastar com coisas supérfluas, deixe-as para depois, conforme você for adaptando a sua casa/apartamento ao seu estilo de vida.

Resultado de imagem para escolhendo a casa ideal
Confira alguns prós e contras sobre morar sozinho(a)

Prós

1. Novas experiências. Tudo vai ser novo, considere-as como aprendizado.
2. Privacidade. Comer o que quiser, onde e quando quiser! A Tv e o chuveiro também são seus. Aproveite para assistir seus programas preferidos e ter o banheiro só para você.
3. Liberdade.
Chamar os amigos, fazer festas e não se preocupar com os pais pedindo para lavar a louça no dia seguinte. Durma a hora que quiser.
4. Valorizar. Aprender a importância do dinheiro e a dar valor a coisas simples da vida. Coisas que antes você não prestava atenção.
5. Independência.  Você vai ver que morar sozinho é você se sentir bem consigo mesmo. Não vai depender de ninguém para fazer as coisas, vai conquistar tudo o que deseja e sentir o sabor do seu mérito.
6. Responsabilidade. Você precisa cozinhar para comer, limpar a casa para viver bem e pagar as contas para não se “enforcar”. Ter responsabilidade vai lhe tornar bem mais maduro para enfrentar qualquer problema futuro.

Resultado de imagem para liberdade para morar sozinho

Contras

1. Se alimentar mal e ter que explorar seus dotes culinários. Se você não tem habilidades, é melhor começar a treinar.
2. Ficar sem dinheiro para sair.
As contas e o aluguel podem estar em dia, mas na hora de abrir a carteira para o “rolê” as lágrimas caem.
3. Enfrentar as tarefas domésticas
. Nem todos são especialistas em lavar, passar, cozinhar, consertar móveis e trocar a resistência do chuveiro, você vai precisar fazer tudo isso!
4. Memória. Contas a pagar, cartão de crédito, mensalidade da faculdade, comprar o que está faltando, tirar o lixo, etc. Tudo isso precisa ser lembrado! Arrume uma agenda para melhor se organizar nos primeiros meses até você se adaptar e não pecar nesses quesitos.
5. Ficar com medo. Sim! Você pode ouvir barulhos durante a madrugada e não conseguir dormir durante a noite. Descarte os filmes de terror e compre veneno para as temidas baratas! Não vai ter ninguém para te socorrer.
6. Solidão.  Privacidade é bom, mas você também vai se sentir sozinho(a). Muitas vezes! Por isso, é importante você ter um companheiro, seja um amigo(a), namorado(a) ou até um animalzinho! Cachorros e gatos são ótimos companheiros.
Resultado de imagem para o lado ruim de morar sozinho
Morar sozinho é um grande passo para novas experiências! Se você pretende dar esse passo, boa sorte!

Be the First to comment. Read More
Dicas de Mudanças

Enfrentando uma mudança: Adaptando crianças

Nós nunca estamos preparados para mudanças, seja de trabalho, de casa, de cidade ou até de país, pois ao nos deparar com uma, sempre pensamos nas coisas que estamos deixando e nunca nas coisas boas que podem vir à tona. É como se estivéssemos deixando um pedaço da nossa vida e de nossos momentos para trás. No meio de toda essa história, alguns pais esquecem de pequenos detalhes que passam por despercebidos e podem se tornar um grande desafio no futuro: Adaptar o filho

Afinal, se para os adultos é uma missão difícil, imagina para as crianças!?

Crianças maiores de 3 anos estão aprendendo a lidar com os sentimentos, nessa fase, são capazes de identificar o que gostam e o que não gostam..

Por que seria um desafio?

Crianças se apegam fácil a um cantinho favorito na casa, onde gostam de passar a maior parte do tempo brincando e fazendo coisas divertidas, aos amiguinhos da vizinhança e principalmente aos amiguinhos da escola. Por isso, você tem o dever de preparar o seu filho com semanas ou até meses de antecedência.

 

ANTES DA MUDANÇA

 

1º passo: Tranquilizar e passar segurança à criança
Explique a ela o porquê da mudança e responda todas as perguntas. As crianças se espelham nos pais, por isso, se você não passar tranquilidade e segurança para ela, ela ficará tensa e não vai se adaptar com facilidade á nova fase. Você precisa colocar na cabeça dela que se mudar não é o fim.

2º passo: Apresente a ela os benefícios da mudança
Deixe claro para a criança que essa será a oportunidade de explorar novos lugares (a nova casa, o novo quarto, parquinho, sorveteria e cinema), assim ela vai se empolgar com as novidades que lhe esperam, aceitando melhor a ideia de se mudar.

.

 

DEPOIS DA MUDANÇA


1º passo: Fique ao lado dela
Não deixe-a sozinha por nada, pois ela precisa de você ao lado para lhe fazer companhia e aprender a acostumar com a nova casa.

Resultado de imagem para amor entre mãe e filho

2º passo: Explore o lugar
Se você se mudou de bairro, cidade o país, leve a criança a um passeio para sentir o novo ambiente, incluindo visitas aos pontos turísticos, parques, etc.

2º passo: Leve-a para fazer amizades
Conhecer outras crianças com a mesma idade tem um papel fundamental na fase de adaptação, por isso, é muito importante para seu filho que ele faça novas amizades.

 

download (1)

 

Muitas crianças se sentem carentes no período pós mudança, por isso, dê a assistência necessária e lembre-se, não aproveite para fazer outras mudanças na mesma hora. Por exemplo tirar do berço para a cama, tirar das fraldas, chupeta ou até mesmo um possível divorcio entre o casal. Ela precisa digerir uma informação de cada vez, ou seja, cada mudança em sua hora.

deficit_de_atencao_ganhesempremais

Be the First to comment. Read More
Dicas de Mudanças

Alugando seu imóvel

Cada vez mais o número de pessoas interessadas em alugar uma casa ou apartamento está crescendo. Os motivos são muito variados e vão desde proximidade do trabalho/faculdade, até a falta de dinheiro para ter sua própria residência.

Resultado de imagem para aluguel subindo

Se você possui um imóvel e quer alugá-lo, a recomendação é que busque uma imobiliária que represente seus valores para poder ajudá-lo nesta empreitada. Evitar futuros transtornos é prioridade.

Além disso, há alguns passos para fazer com que o imóvel seja alugado logo de cara e é essa a #dicadoguia de hoje.

  1.  É  importante fazer uma vistoria completa, pois é quando você vai ver se é necessário algum tipo de reforma, como algum possível vazamento. Quem vai alugar um imóvel não quer saber de problemas, então resolva todo e qualquer problema para ter sucesso na locação.
    A condição do imóvel deve ser descrita detalhadamente e anexada ao contrato para serem conservadas pelo inquilino.Resultado de imagem para vistoria
  2. É interessante também renovar a pintura. Paredes bem pintadas fazem toda a diferença para a valorização do ambiente. Caso tenha armários embutidos com aquela carinha do século XVIII, pinte-os. Você verá a diferença que uma boa cor faz.
  3. Não cobre nada além do que o imóvel vale. Atribua valor para uma localização privilegiada (como locais próximos a metros, mercados e hospitais), a condição do imóvel e para o público que se destina. Como não existe uma tabela de valores definida, faça uma avaliação bem adequada para o aluguel. O valor tem que ser justo.
  4. Caso o imóvel seja mobiliado, é hiper importante montar uma decoração harmoniosa. O inquilino irá olhar para os móveis todos os dias e não poderá trocá-los. Nada mais justo do que pensar no conforto e organização de tudo para que a qualidade do ambiente aumente.

Já viram que a estética soma pontos ao valor do aluguel né? Pensar mais na decoração pode ser a saída para alugar seu imóvel por um preço justo para você e o locador.

 

Be the First to comment. Read More
Dicas de Mudanças

Economizando em casa

Gastar dinheiro quando somos solteiros já é bem fácil. Quando casamos a tendência é só piorar. São duas pessoas debaixo de um mesmo teto, dividindo comida, serviços de internet, telefonia, tv à cabo, netflix e etc. As vezes você está afim de assistir Discovery Home&Health e ele quer assistir Sport tv. Para resolver, acabam comprando mais um ponto de tv à cabo para a casa, o que  deixa a conta mais cara.

Resultado de imagem para casal controle da tv

Para evitar esses gastos a mais e qualquer outro gasto fora do orçamento, fica aqui a Dica do Guia:

  • Combinem um horário para cada um ser o rei/rainha do controle. Quando você não for a “bola da vez”, busque alternativas como ver filmes ou videos no notebook, procurar séries novas no Netflix, etc.
  • Procure pagar tudo no débito. Não tem dinheiro? Não compre. Claro, quando vamos comprar coisas caras como tvs e celulares, a tendência é sempre parcelar. Então, procure parcelar em menos vezes o possível e faça um planejamento, deixando todo mês um dinheiro reserva para eventuais imprevistos.Resultado de imagem para credito nao
  • Uma alimentação saudável também pode ajudar no bolso. Na sua dieta, nada balanceada, tem salgadinho, amendoim, sorvete e chocolate? Substituí-los por frutas, verduras e legumes darão uma aliviada em seu bolso. Deixe as besteiras apenas para os finais de semana ou para dias em que terão visita.
  • Vai almoçar/jantar fora? Procure por lugares onde não seja obrigatório pagar entrada. Afinal, já não é nada barato sair da rotina.Resultado de imagem para jantar fora
  • Bateu aquela vontade de ver um filminho… Que tal trocar o cinema pelo seu amigo Netflix? Os benefícios de ver um filme em casa são diversos. Além de ter maior liberdade, você não vai cair na tentação de comprar pipoca, doce, refrigerante ou de passar por sua loja favorita e surtar ao ver escrito “50% off”. Compre uma pipoca de microondas e relaxe na companhia de seu companheiro no conforto da sua casa.Resultado de imagem para netflix casal

No final do mês, sua conta ainda estará positiva e você poderá se surpreender com economias. O mais legal é que você pode juntar as economias de todos os meses e planejar uma viagem a dois, afinal, depois de todo esse esforço vocês merecem!

Be the First to comment. Read More
Dicas de Mudanças

Objetos proibidos na mudança

Quando vamos fazer uma viagem de ônibus ou de avião, há uma lista de objetos que não podem ser transportados. Em variados locais, também temos proibições a serem seguidas, como por exemplo restrição de roupa, quando vamos à uma festa de gala e restrição de objetos, quando vamos ao banco. Engana-se quem acha que na mudança é diferente.

Há variados tipos de objetos que não podem ser levados na mudança e por diferentes razões. Alguns geram risco à saúde, outros risco à segurança ou podem estragar os móveis que serão transportados. Deixar isso nas mãos das empresas de mudanças é proibido.

Aqui vai uma lista deles:

  • Armas de fogo
  • Explosivos
  • Ácidos corrosivos
  • Substâncias como água sanitária, pesticidas, raticidas, dentre outros
  • Fogos de artifício
  • Extintores

Caso tenha algum desses itens para levar na mudança, é importante fazer um planejamento do transporte para evitar confusões e acidentes. Certifique-se de deixar tudo em locais com temperatura ambiente e seguros para este transporte. É mais indicado levar consigo mesmo no carro.

Itens como botijão de gás e objetos inflamáveis não são proibidos, mas vale pensar na segurança de todos e também fazer o planejamento desses para que estejam embalados de forma correta.

Como já aprendemos com nossos pais quando éramos pequenos: Segurança  em primeiro lugar!

Be the First to comment. Read More
Dicas de Mudanças

Casa x Apartamento pequeno

Durante grande parte de sua vida você morou em casa e agora vai se mudar para um apartamento pequeno. Como fazer para organizar todos os móveis, de forma que caibam nos locais certos e deixem espaço para se movimentar? Ai vem a parte do planejamento e organização.

É muito importante que você saiba todas as medidas dos seus móveis e do apartamento para tudo caber certinho. Antes de mudar, faça uma visita ao local, meça todos os cômodos e planeje onde cada móvel vai ficar. Afinal, chegar com uma geladeira ou um sofá maior do que o espaço disponível não vai ajudar em nada e o móvel pode nem passar pela porta.

Tenha em mente que a disposição dos móveis não será a mesma que era na sua casa. Não enlouqueça por isso, esteja aberta a novas otimizações e de uma cara nova ao local. A mesmisse também cansa. Além disso, é preciso desapegar de coisas que já não são mais importantes para que o apartamento não vire um “porta tralhas” nem um depósito. O lugar precisa ser mais aconchegante o possível e ter espaço para andar em todos os cômodos afinal, é seu novo lar.

 

Com tudo isso em mente, ou no papel, quando sua mudança chegar ao apartamento indique aos profissionais os locais para montagem e posicionamento de cada móvel para não ter o trabalho de mudar tudo sozinha depois.

Faça de sua mudança um evento divertido e sem grandes problemas.

Be the First to comment. Read More
Dicas de Mudanças

Decorando apartamento alugado

Todos temos o sonho de ter um cantinho nosso e que possamos deixar com nossa cara mudando o sofá de lugar, a cor das paredes, colocando quadros estilosos. Mas ai… BOOM! Você vai se mudar para um apartamento alugado. E agora?

Sabemos que quando alugamos um apartamento temos algumas restrições do que podemos fazer e mudar. O apartamento deve ser entregue da mesma maneira que você recebeu, com os mesmos pisos, azulejos, cores nas paredes, tudo igual. Nem por isso você precisa esquecer seu sonho de personalizar seu cantinho. Confira as dicas:

– Não podemos trocar de piso nem pintá-lo, mas nada nos impede de colocar um tapete lindo cobrindo aquele piso que você acha horroroso. Pode ser uma cor discreta ou listras que deixam qualquer ambiente charmoso.

 

– Para cobrir as janelas, você pode seguir a mesma linha da dica de cima. Coloque cortinas com cores que contrastem com o tapete, deixando o ambiente mais harmonioso. Em dias de sol, abra a cortina e deixe que o sol faça seu papel iluminando seu cantinho.

– Para aqueles que gostam de colocar a mão na massa na da decoração, temos papéis de paredes. Procure por aqueles que são fáceis de colar e de tirar para você não ter trabalho na hora de entregar o imóvel. Você pode dar vida nova às paredes de seu quarto, por exemplo.

– Invista nas texturas. Pegue almofadas de diferentes cores e texturas para deixar o ambiente mais colorido e estiloso. Você não precisa usar cores chamativas. Pode ser cores neutras, mas que com as texturas vão dar um toque diferente.

– Nada de furadeira! Temos uma tecnologia (abençoada) que nos permite colocar quadros lindos sem furar parede alguma. Em lojas de escritório ou papelarias você encontra uma massinha branca que você cola na parede e no objeto a ser pendurado. Super barato e fácil. (Essa “benção” se chama “massa adesiva para fixação” e possui várias marcas)

Objetos de decoração em cima dos móveis fazem toda a diferença. São pequenos detalhes que deixam o ambiente novo, estiloso e aconchegante. A decoração de sua cômoda ou penteadeira, por exemplo, pode ficar por conta de seus perfumes e maquiagens.

Já viu que imóvel alugado não é desculpa para ter uma casa chata e sem vida. Coloque a mão na massa e veja o resultado a surgir.

Be the First to comment. Read More
Dicas de Mudanças

Mudando de Estado

Já estamos carecas de saber que mudar requer muito planejamento, tempo, discussão, para saber o que é melhor, e dinheiro. Porém, se mudar de rua, de bairro ou para a cidade vizinha já é complicado, imagine mudar de estado.

Mudar de estado, pode significar que você vai de um local extremamente quente para um em que, em apenas um dia, você tem todas as estações. É o caso de quem muda da Bahia/Natal/Ceará para São Paulo. Mudando do Rio de Janeiro para o Rio Grande do sul, você pode ir de 30ºC na sombra, para C dentro de casa e neve na rua.

Uma loucura não? Ultimamente as temperaturas estão diferentes do que eram antigamente. O verão está ficando cada vez mais quente e o inverno cada vez mais frio em locais que antes tinham todas as estações definidas  e no tempo certo. Tudo por causa do tal Efeito Estufa.


Fora a mudança climática, que pode causar doenças como gripe até seu organismo se acostumar, a diferença cultural também está presente.

Devemos nos adaptar e, principalmente, respeitar a cultura de qualquer lugar em que estamos.
Você pode gostar de forró, mas no sul temos danças típicas como o vanerão. A festa junina é diferente, as comemorações são diferentes, a vestimenta das pessoas na rua e o sotaque também são diferentes. Isso não os difere em nada, só mostra quão grande e diversificado é nosso Brasil.

Deixando a mudança climática e cultural de lado, quem vai levar o carro que já tem para outro estado precisa fazer outra mudança: A placa.

O Código do Trânsito Brasileiro determina a expedição de um novo Certificado de Registro de Veículo em caso de transferência de localidade. Quem deixa de atualizar o cadastro e trocar a placa do veículo está cometendo uma infração leve. A multa é de R$ 53,20, fora os três pontos na carteira.

Para efetuar essa troca da placa, o proprietário do veículo deve ir até uma unidade de atendimento do município para fazer uma vistoria de identificação veicular. Antes de realizar a alteração, é preciso checar se o veículo tem débitos pendentes, como seguro obrigatório, IPVA ou multas. Se a dívida existir, ela deve ser quitada.

Os custos que você terá são com as taxas de transferência, de lacração e emplacamento, valores que variam de estado para estado.
Em São Paulo, a taxa de transferência custa R$ 163,63 para veículo já licenciado no ano em curso e R$ 235,88 para veículo ainda não licenciado. As despesas com taxa de lacração e emplacamento variam entre R$ 65,07 e R$ 177,42, a depender do tipo de veículo e placas.


Os documentos necessários para essa troca são: RG, CPF, comprovante de endereço, Certificado de Registro de Veículo (CRV) original, laudo de vistoria de identificação veicular, comprovante de pagamento de débitos (tributos, multas ou encargos) e duas vias originais preenchidas do formulário Renavam.

Por ser uma tarefa que pode demorar até um mês, é necessário pensar com antecedência.

Já escolheu seu novo Estado? Agora é só preparar a mudança no caminhão e colocar o pé na estrada para a nova vida.

Be the First to comment. Read More
Dicas de Mudanças

Será que meu filho vai se adaptar à nova casa?

Seu sonho é ter uma nova casa. Você está procurando um imóvel que se encaixe em suas necessidades, porém surgiu um problema: seu filho não está gostando nada da ideia de se mudar. Se para nós adultos, as vezes é difícil desapegar de algumas coisas, imagine para as crianças.

Crianças de até 3 anos, normalmente não tem nenhum problema com mudanças. Afinal, nessa idade alguns nem vão à escolinha ainda, então não terão que se despedir dos coleguinhas.

Uma das coisas que faz as crianças ficarem irritadas ou com medo de mudar, são as reações de seus pais. Elas são bastante sensitivas e absorvem tudo o que você passa. Nesse momento, você precisa passar segurança à seu filho, mostrar que tudo pode ser bem divertido.

Para que tudo seja tranquilo e dê certo, aqui vão algumas dicas de psicólogos:

  • Conte sobre a mudança utilizando alguma historinha que seu filho gosta. Mostre com livros ilustrados, com desenhos ou massa de modelar. Será um momento divertido para os dois.
  • Peça para seu filho ajudar a empacotar as coisas
  • Peça à criança para separar os brinquedos que querem levar para a nova casa em caixas coloridas, aquelas de plástico. Ela saberá que terão coisas divertidas mesmo saindo do lugar em que sempre morou.
  • Evitar fazer a mudança de imóvel junto a alguma mudança na vida deles. Se estão passando por um divórcio, se haverá mudança de escola, ou se é o período de tirar as fraldas, evite mudar de casa. Seu filho pode ligar a coisa à uma coisa ruim e isso pode se tornar um trauma. Mude nas férias se for necessário mudança de escola.
  • Crianças são as rainhas das perguntas. Sempre responda todas, não deixe elas com nenhuma dúvida. De novo, passe segurança.
  • Mostre as vantagens da mudança. Fale que terão novos coleguinhas, que o quarto poderá ter uma cor diferente, que a cama pode ser de seu personagem favorito. Use sua criatividade.

Mostrando à eles que não tem nada com que se preocupar e que mudar é um passo importante na vida de todos, o sucesso ao final de tudo está garantido. Lembre-se: Seu filho é seu espelho.

Acompanhe nosso blog semanalmente. Nós estamos também no Instagram @guiademudancas e no Facebook Guia de Mudanças.

Be the First to comment. Read More
Bitnami